Gelo Seco

 
 
 

Distribuímos Gelo Seco: frio onde quer que esteja

 
Denominamos gelo seco ou neve carbónica, ao estado sólido do dioxido de carbono. Designa-se assim por se parecer com gelo ou neve, devido ao seu aspecto e temperatura e quando se sublima não deixa resíduos de humidade. Apresenta uma temperatura de sublimação de -78 ºC. O ponto de sublimação muito baixo e o facto de não deixar resíduo líquido convertem-no num excelente refrigerante com várias possibilidades de uso.
 
 

vantagens do Gelo Seco

 
  • Grande capacidade frigorifica (152 Kcal/Kg).
  • Permite a conservação de produtos delicados e até produtos congelados devido á sua baixa temperatura (-80°C).
  • Evita os processos de oxidação ao afastar oxigénio da atmosfera do produto.
  • Efeito bacteriostático.
  • Não gera resíduos devido á sublimação de gelo seco ao passar de sólido á fase gás.
  • Fácil manipulação.
  • Inodoro e insípido.
  • Não é tóxico.
  • Longo período de duração de frio.
 
 
 

Principais aplicações

 
  • Catering: para a refrigeração de alimentos e bebidas, em concreto para serviços de catering aéreo.
  • Eventos, espectáculos e publicidade: efeito “neve”.
  • Indústria alimentar: conservação de alimentos, envio de amostras, refrigeração de massas no processo de produção.
  • Indústria de borracha e plástico: rebarbamento através de congelação das rebarbas.
  • Indústria metalúrgica: tratamento térmico a baixas temperaturas, contracção de peças “macho” e teste a materiais.
  • Indústria química e farmaceutica: reacções a baixas temperaturas, conservação de vacinas, soros, tecidos . . .
  • Indústria vitivinícola: refrigeração das uvas.
  • Limpeza industrial: limpeza de máquinas, equipamentos de produção, moldes, etc. Através de jateamento com pellets de gelo seco, sem resíduos nem abrasão.
  • Transporte frigorifico: de produtos facilmente alteráveis, alimentos, produtos químicos, fármacos, soros ou orgãos.